segunda-feira, 26 de junho de 2017

O dia em que o spinner parou

Há uns dias comprei spinners para a meninada e, não sei porque (mas o Raposão sabe), a Google me mandou um link para uma matéria relacionada a spinners, cujo endereço segue para os curiosos (e PNCD curioso).

https://jogos.uol.com.br/ultimas-noticias/2017/06/25/spinner-e-brinquedo-satanico-acusa-pastor-paraguaio.amp.htm

A matéria é sobre o vídeo de um pastor argentino paraguaio afirmando que o brinquedo do momento, o fidget spinner (ou hand spinner, ou somente spinner), é satânico. Errr.... ahnnn... se bem que ele tem muitos nomes....

Bom, proponho um minuto de reflexão antes de ver o vídeo. As cenas são fortes e o que foi visto não pode ser desvisto.


Em suma, o pastor afirma que, ao segurar o spinner com os dedos, as crianças fazem sem perceber o sinal do demonho (usando a configuração POLEGAR/MÉDIO-ANULAR). A outra configuração (POLEGAR/INDICADOR) representa o 666.

Não sei bem o que fazer agora com as crianças da família... Confesso que fiquei com medo e já estou praticando a configuração (POLEGAR/MÍNIMO-ANULAR) para fazer o sinal de paz-e-amor e ensinar aos meninos. Não quero invocadores de demonho dentro de casa!!!

Para a galera da zoeyra, sugiro ainda a configuração (POLEGAR/MÍNIMO-ANULAR-INDICADOR).

E pior, o Youtube está recheado de EVIDÊNCIAS que mostram que esse brinquedo é satânico mesmo. É uma febre, queima o dinheiro dos pais e, segundo dizem, cura até TDAH. Quero ver o que seremos de nozes quando a onda do Yo-Yomomma voltar...

Então, companheiros, com base nesses fatos bem pesados e bem medidos, só me resta lançar um forte apelo nas redes sociais:

POR FAVOR, PAREM DE FILMAR NA VERTICAL!



Nenhum comentário :

Postar um comentário