domingo, 5 de fevereiro de 2017

Tinder para a macacada...

Pois é... estamos bem próximos ao fundo do poço, mas a tuneladora é persistente e ainda não atingimos o núcleo.

Um zoológico holandês (www.apenheul.com) resolveu criar um programa para escolha de parceiros para fêmeas de macaco orangotango. Fotos dos parceiros são apresentadas a uma fêmea chamada Samboja que deve tocar na tela (ou não) se gostar do sujeito (ou não).

Foto: Animal Press/Barcroft Images
Será um experimento de quatro anos para a orangotangA tarada. O objetivo é maximizar as chances de a macacada ter um encontro lesgal. Segundo o biólogo do zoo, "nem sempre as coisas vão bem quando um macho e uma fêmea se encontram pela primeira vez". Não é raro os machos voltarem aos seus recantos de origem sem dar uma fofada. E, como a galera (the apes) pode vir de locais muito distantes, quanto mais "bonito" o parceiro, melhor.

Em parte, isso mostra que o Tinder veio para ficar, mas Samboja ficará QUATRO ANOS tocando piano até decidirEM quem será seu parceiro? Ainda não sabemos... Mas, se for assim mesmo, algo sugere que quando esse camaradinha chegar no zoo, essa macaca vai quebrar a gaiola dele nos dentes!

Mas... pera... PERA... PEEERA...


Tá errado isso!  Quem tem que escolher não é o macho, não?!

Nenhum comentário :

Postar um comentário